Ceratocone

Olá meus amores!

Ceratocone, já ouviu falar? Não! Então a um ano atrás eu também nunca tinha ouvido falar, até que fui em uma consulta de rotina ao oftalmologista para verificar meu grau,pois já usava óculos, fiz os procedimentos comum e a oftalmologista suspeitou que eu tinha Ceratocone, então passou dois exames para fazer, fiz na mesma semana e retornei ao consultório. Então ela confirmou que eu tinha ceratocone e me explicou por cima o que era, porém na primeira consulta eu havia dilatado a pupila para ver o grau, e na segunda consulta ela não tirou o grau novamente. Hoje após um ano com o óculos feito e quase nunca usado, fui ao Primer Oftamologia onde fiz novamente os exames e o Dr. Rodrigo Cavalheiro verificou o grau novamente pois explicou que em casos de Ceratocone não se deve dilatar as pupilas, me explicou também sobre a cirurgia que deve ser feita (Lembrando que não é uma obrigação, mais é para evitar um trasplante de córneas no futuro), que seria colocar um anel nas córneas e o Cross-Link que desgasta a córnea envelhecendo-a, no meu caso irei envelhecer ela 30 anos pois o ceratocone tende a estabilizar aos 40 anos, Irei fazer a cirurgia apenas no olho esquerdo pois tenho apenas 30% da visão deste, o olho direito não está tão avançado sendo assim o uso do óculos resolve o problema do astigmatismo.  Em breve conto mais detalhes para vocês sobre a cirurgia o que achei e como ficou.

IMG_20150903_142004

Ceratocone é uma alteração da curvatura da córnea, provavelmente com herança genética. Pode aparecer na infância, aproximadamente aos 8 anos., tem caráter evolutivo mais pode estabilizar até os 40 anos. O fator principal é a alergia ocular devido a intensa coceira. Existem vários graus e tipos de ceratocone e cada um deve ser tratado de maneira diferente. Nos estágios iniciais da doença o  uso do óculos já resolve o problema, porém em casos mais avançados as melhores opções são o uso de lentes de contato de diferentes materiais e desenhos, como por exemplo:  lentes rígidas, gás permeáveis, hidrofílicas (gelatinosas) específicas para ceratocone e lentes bicurvas; Nos casos em que a adaptação torna-se impossível quer seja por dificuldade no manuseio ou intolerância às lentes, optamos pela colocação de anéis intra estromais (anel de Ferrara) ou transplante de córnea.

Keratoconus-1

Anel de Ferrara

O Anel de Ferrara é uma prótese que é implantada na córnea com objetivo de corrigir a deformidade da curvatura corneana, causadas por doenças como o ceratocone, visando estabelecer uma superfície corneana mais regular, resultando em melhora da visão com auxílio de óculos e/ ou lentes de contato. O anel também pode ser útil para retardar a progressão da doença.

X-Link (Cross-Link)

O que é o X-link? É um tratamento, idealmente realizado para pacientes com ceratocone em desenvolvimento, que se baseia na aplicação de luz ultravioleta na presença da riboflavina (vitamina B2). Essa exposição da riboflavina a luz ultravioleta leva a uma ativação da mesma que acaba reagindo com as fibras de colágeno da  córnea, promovendo um endurecimento da mesma que acaba se tornando mais resistente às alterações estruturais induzidas pelo ceratocone. Ou seja, podemos entender que a córnea submetida ao X-link deve ser mais resistente e, portanto, em longo prazo, os danos estruturais muito menores.

 

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *